Você está na cidade de:

A LISTA

Assistida por mais de 30 mil espectadores em São Paulo, Lilia Cabral estreia no Rio a peça A Lista ao lado da filha Giulia Bertolli, juntas no palco pela primeira vez

Por força das circunstâncias, uma aposentada de Copacabana se vê obrigada a estabelecer contato com uma vizinha, a jovem Amanda. O encontro das duas detona um turbilhão de sentimentos, lembranças e descobertas que marcarão suas vidas para sempre.

Emoção e humor marcam A Lista, espetáculo que traz em cena Lilia Cabral e sua filha, Giulia Bertolli, juntas pela primeira vez no palco. Com texto de Gustavo Pinheiro e direção de Guilherme Piva, a peça estreia no dia 06 de janeiro, sexta-feira, às 20h, no Teatro dos Quatro. A temporada tem sessões às sextas e sábados às 20h e domingos às 19h.

A Lista estreou em março de 2022, em São Paulo, e soma mais de 30 mil espectadores em oito meses de temporadas paulistas, além de apresentações em Santos, Jundiaí, Campinas e Campos do Jordão. A peça foi indicada em três categorias no Prêmio Bibi Ferreira 2022: Melhor Atriz (Lilia Cabral), Melhor Atriz Coadjuvante (Giulia Bertolli) e Melhor Dramaturgia de Peça em Teatro (Gustavo Pinheiro). O texto da peça A Lista, aliás, chegará às livrarias em janeiro de 2023, pela Coleção Dramaturgia (Editora Cobogó).

A realização da temporada carioca de A Lista é um sonho que se concretiza. “Trazer a peça para o Rio é um desejo muito acalentado por todos nós da equipe porque é a nossa cidade, é onde moramos e é onde a peça se passa. Tudo isso traz um sabor e um colorido diferentes”, afirma Lilia Cabral, que há quase uma década não faz temporada de teatro no Rio, cidade que escolheu para viver desde que saiu de São Paulo, há mais de 30 anos.

Na hora de escrever sobre afeto e solidão, o autor não teve dúvida sobre onde ambientar a trama. “A peça é uma crônica do Brasil e acho que não há lugar melhor para falar do país que Copacabana, essa grande metáfora do Brasil, com seu melhor e pior, passado e presente coabitando o tempo todo. Tenho uma grande intimidade com Copacabana, morei ali por 10 anos, minha mãe ainda mora, frequento o bairro e sou fascinado por sua beleza e caos, pela multiplicidade de tipos de pessoas”, explica Gustavo Pinheiro.

Morador de Copacabana, o diretor Guilherme Piva conta sobre os aspectos que movem o espetáculo. “O texto é uma verdadeira montanha-russa de emoções, cheio de camadas que vão do riso ao choro, da dor ao amor. A peça se passa em três tempos, onde iluminação e cenário realçam cada parte. É uma alegria conduzir esse encontro de duas gerações, mãe e filha, numa comédia dramática cheia de poesia e afeto”, afirma.

Para Giulia, a primeira palavra que lhe vem à cabeça quando pensa em A Lista é “encontro”: o encontro entre amigos que queriam trabalhar juntos, o encontro entre mãe e filha, o encontro entre gerações, o (re)encontro com o teatro e, acima de tudo, o encontro entre duas vizinhas que tem tantas coisas em comum. “Nesses novos tempos, A Lista virou uma linda surpresa. Uma peça emocionante, surpreendente e singela, que resgata aquilo que nós seres humanos temos de mais especial: a comunicação e a empatia”, afirma Giulia.

A HISTÓRIA POR TRÁS DA PEÇA

A montagem de A Lista é resultado de um longo processo. Criada no começo da pandemia, em maio de 2020, A Lista nasceu com o intuito de ajudar os profissionais da área teatral que ficaram sem trabalhar devido ao isolamento social, passou por algumas experimentações, e foi ganhando corpo com o passar do tempo. A montagem fez apresentações online de um trecho do texto, conquistando mais de 170 mil espectadores. Em seguida, o espetáculo foi apresentado parcialmente para plateias reduzidas, atendendo as orientações sanitárias da época.

“Nós tivemos a oportunidade de ir experimentando. Os meses de pandemia nos permitiram esse amadurecimento do processo. Diante da resposta a esse pequeno trecho que apresentamos, constatamos que é um trabalho muito poderoso. Rapidamente o público interage e se identifica com as personagens, tal a comunicabilidade da peça e a dramaturgia clara, eficiente, sonora, divertida e emocionante. Então decidimos seguir adiante e fazer a montagem integral do texto inédito que passou por São Paulo e agora chega ao Rio”, explica Lilia Cabral.

Ficha Técnica:

Texto: Gustavo Pinheiro. Direção: Guilherme Piva. Elenco: Lilia Cabral e Giulia Bertolli. Cenários e Figurinos: J.C. Serroni. Iluminação: Wagner Antônio. Direção de movimento: Marcia Rubin. Assessoria de imprensa: Adriana Balsanelli e Renato Fernandes. Fotógrafo: Priscila Prade Programador Visual: Gilmar Padrão Jr. Direção de Produção: Celso Lemos.

Texto disponibilizado pela produção do espetáculo.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 06/01/2023 até 26/03/2023

Dias

sex e sáb 20h / dom 19h

Duração

80 minutos

Valor

R$120 inteira / R$ 60 meia

Região

Rio de Janeiro /

Teatro / Espaço

Teatro dos 4
R. Marquês de São Vicente, 52, Shopping da Gávea , Gávea, Rio de Janeiro/RJ - 22451-040

Estacionamento

No local

Cafeteria

Sim

E-mail

comercial@shoppingdagavea.com.br

12

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 12 anos

Galeria de fotos
Tags
A Lista
Compartilhar em

Você pode se interessar

PANO DE BOCA – A ÚLTIMA LEITURA

O texto é estruturado em três planos. No primeiro, dois personagens indefinidos, palhaços inacabados - Pagão (Francisco Silva) e Segundo (Cristiano Sales) -, reivindicam vida dentro da cabeça do autor, em crise criativa. No segundo, a atriz Magra (Dhiovana Souza) dialoga com alguém que não se vê sobre os acontecimentos que motivaram a desintegração de um grupo. E no terceiro, o próprio grupo tenta reabrir o teatro em uma reunião convocada por alguém não identificado. A peça se funde em uma discussão sobre a criação, a exclusão e o sagrado no teatro. Os atores transitam por linguagens diferentes como o realismo, o circo e um quase surrealismo, diferenciando os planos do texto, que fluem para um caminho único.

de 08/06/2024 a 30/06/2024110 minà partir de R$ 10Em cartaz
  • Quinta20h
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo19h
  • Quinta20h
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo19h
Teatro do Incêndio

DAQUI NINGUÉM ME TIRA

"Daqui Ninguém Me Tira" mergulha nas tensões geracionais e ideológicas, buscando inspiração no caos urbano para criar uma fusão entre marchinhas de carnaval e hits da música pop, refletindo os fragmentos de um passado já distante. A presença da banda ao vivo estabelece o ritmo de um bloco de carnaval fora de época, mas também anuncia o desfecho inevitável. Trágico e cômico "Daqui Ninguém Me Tira" é um ensaio sobre nossa capacidade (ou falta dela) de conviver com o outro, e a inabilidade de lidar com os conflitos que permeiam as relações humanas.

de 17/05/2024 a 28/06/202475 minà partir de R$ 30Em cartaz
  • Sexta19h
Teatro Sabesp Frei Caneca

TRILHA PARA AS ESTRELAS

Trilha para as Estrelas conta a história de Kellen, Cris e Cláudia, interpretadas pelas atrizes Lilian Regina, Arami Argüello e Vicka Matos. Trata-se de três amigas interessadas por ciência, poesia e fotografia que decidem acampar na encantadora e misteriosa Mata Atlântica. Ao armar a barraca em uma clareira, depois de caminharem por uma trilha cheia de emoção, diversão e desafio, as jovens buscam se proteger com numerosos apetrechos de viagem, tentando imitar o conforto que deixaram na cidade. Por fim se dão conta de que a aventura não está no que podem evitar ou capturar, mas no inesperado encontro com os animais, as plantas e até mesmo com sonhos distantes que podem transformá-las em estrelas.

de 07/04/2024 a 24/11/202460 minGratuitoEm cartaz
  • Domingo16h
Itaú Cultural

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.