Você está na cidade de:

A VEDETE DO BRASIL – UM MUSICAL BRASILEIRO

A Vedete do Brasil chega em São Paulo e resgata o mito de Virgínia Lane em espetáculo musical brasileiro inédito

Virgínia Lane (1920-2014) foi uma artista que marcou época, enfrentou preconceitos e viveu histórias inacreditáveis em sua carreira como vedete. É véspera de Natal e Virgínia, já no final da vida, prepara a ceia para seus dois maiores afetos: a filha única, Marta, e o amigo Alex, que está a caminho. É uma época em que ela fica especialmente sensível e repassa a vida diante de seus olhos. Enquanto relembra episódios como a sua relação com o presidente Getúlio Vargas, o sucesso na televisão, no cinema e no teatro de revista, o preconceito sofrido dentro e fora de casa e todo o glamour das plumas e paetês, Virgínia (Suely Franco) se reencontra com ela mesmo na juventude (Bela Quadros) e acerta as contas com a filha (Flávia Monteiro). Números musicais ao vivo embalam o espetáculo, com direito a canções marcantes, como “Sassaricando”, gravada pela primeira vez por Virgínia no Carnaval de 1951.

Ficha Técnica:

Texto: Renata Mizrahi e Cacau Hygino
Direção: Claudia Netto
Direção musical: Alfredo Del-Penho
Direção de produção: Bruna Dornellas e Wesley Telles
Diretora assistente: Ana Luiza Folly
Direção de movimento: Dani Cavanellas
Desenho de luz: Adriana Ortiz
Cenografia: Natália Lana
Figurino: Karen Brusttolin
Designer de som: Gabriel D’ Angelo
Produção Executiva: Aline Gabetto e Clarice Coelho
Gestão de Projetos: Deivid Andrade
Músicos:
Baterista – Vinicis Teixeira
Instrumento de sopro – Guilherme Montanha
Piano digital – Marcelo Farias
Cenógrafa assistente: Julia Marina
Cenotécnico: André Salles
Costureira de cenário: Nice Tramontin
Pintor de arte: Cassio Murilo
Equipe de cenotécnica: Paulo Sá, Walmir Junior, Márcio Domingues, Gilvan do Carmo,
Gilmar Kalkman, Wellington Carmo, Vinícius Carmo, Ronaldo Ferrinha e Tayane Valle.
Contra mestre / modelista: Fatima Félix
Costureiras: Vera Costa, Ivonete Lima, Ana Vitta, Maria Margarida de Oliveira,
Regiane Nascimento.
Assistente de figurino: Júlia Altahyde
Design de adereços: Ateliê Belisario Cunha
Bordadeiras: Val Justino
Sapateiro: Gomes calçados
Motorista de figurino: Ronaldo Santos
Preparadora vocal: Luciana Oliveira
Designer gráfico: Lydia Spinassé e Jhonatan Medeiros
Fotos: Pino Gomes
Produção audiovisual: Quarta Dimensão
Gestão de Mídia: R+ Marketing
Marketing digital: Válvula Marketing
Operadora de áudio: Carol Andrade
Microfonista: Laris Vasconcelos
Técnico de Luz: Matheus Espessoto
Diretora de palco – Roberta Viana
Contrarregra: Lara Gutierrez
Assistente de interpretação: Rafa Ziani
Camareira: Tania Fernandes
Consultor Cultural e Visagista: Alex Palmeira.
Coreógrafa de sapateado: Sarah Coutinho
Assistente de Produção: Thalia Peçanha
Projeto Gráfico: Nós Comunicações – Leticia Andrade
Mídias Sociais: Ismara Cardoso
Estagiário de comunicação: Bruna Malacarne
Coordenação Administrativa: Letícia Napole
Assessoria de Comunicação: Adriana Balsanelli e Renato Fernandes
Contabilidade Vitória: Geovana Gava
Contabilidade Rio de Janeiro: Contemporânea Contabilidade
Assessoria Jurídica: Maia, Benincá & Miranda Advocacia
Apresentado por: Ministério da Cultura
Apoio: Porto e Yaman
Produtora Associada: WB Entretenimento
Realização: WB Produções

Detalhes da peça

Status

Em cartaz

Temporada

De 08/03/2024 até 28/04/2024

Dias

  • Sexta20h
  • Sábado19h
  • Domingo17h

Duração

80 minutos

Valor

Plateia R$140 (inteira) e R$70 (meia) / Mezanino R$50 (inteira) e R$25 (meia)

Região

Zona Oeste / São Paulo

Teatro / Espaço

Teatro FAAP
R. Alagoas, 903, Higienópolis, São Paulo/SP - 01242902

Estacionamento

No Local

Cafeteria

Sim

Telefone

(11) 3662-7233

E-mail

teatro@faap.br

12

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 12 anos

Galeria de fotos
Fotos por Dalton Valerio
Compartilhar em

Você pode se interessar

MUTAÇÃO DE APOTEOSE

Terceiro sinal, CaciIda Becker se prepara para encarnar Euclides da Cunha, devorado, estraçalhado, parindo uma Cacilda Cósmica que viaja em uma onírica odisseia pelas Eras geológicas e teatrais. “mutação de apoteose” conta uma história de travessias e metamorfoses. É o teatro em estado de feitiçaria, é uma f(r)icção cósmica que contracena personagens humanas, não humanas, elementos e forças da natureza, seres encantados, oceano cretáceo e inteligência artificial, criando uma bomba de imaginação. São algoritmos antigos de insurreição da terra criando atmosferas de linha direta com o público, em contracenação com um algoritmo colonial. Com direção de Camila Mota e dramaturgia de Cafira Zoé, “mutação de apoteose” é um spin-off vertiginoso criado a partir das dramaturgias de “Os Sertões” e “Odisseia CaciIda”, de José Celso Martinez Correa e Teat(r)o Oficina, com cenas inéditas e outras paragens, celebrando os 65 anos da Cia e a direção de Camila Mota, primeira mulher a dirigir um espetáculo do Oficina, abrindo caminhos para outras direções, como de Marília Piraju e Mayara Baptista, em ritos e shows encenados. Com 100 pessoas na ficha técnica girando a máquina dessa uzyna, “mutação de apoteose” é um espetáculo musical em 2 atos, um acontecimento feiticeiro que opera o terreyro eletrônico na sua máxima potência, desejando acender estados de mutação de apoteose dentro e fora de nós.

de 12/04/2024 a 09/06/2024150 minà partir de R$ 45Em cartaz
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo18h
Teatro Oficina Uzyna Uzona

O PATINHO FEIO

O espetáculo conta a história de um gato malandro que troca o ovo da mamãe pata por um ovo de cisne começando a confusão no Sítio Felicidade. Toda orgulhosa, mãe pata choca, choca, até que numa bela manhã nasce seu mais novo filhinho, um patinho que era todo diferente de seus outros dois filhinhos. Maior e com um qua-qua-qua diferente, ele logo despertou a curiosidade e depois o afastamento de todos que ali moravam. Até que um dia ele se depara com patinho igual a ele, que mostra a sua imagem na lagoa e revela a sua verdadeira beleza. Feliz, o patinho ainda encontra a sua verdadeira família, que nadava por ali. O Patinho Feio é um clássico dos contos infantis que reforça a ideia de que devemos ter orgulho do que somos e que devemos ter respeito pela diversidade.

de 06/04/2024 a 28/04/202460 minà partir de R$ 40Em cartaz
  • Sábado15h
  • Domingo15h
Teatro Uol

A HISTÓRIA SEM FIM

Tímido, Bastian Balthasar Bux adora ler, pois encontra nos livros uma forma de escape para sua vida tão triste. Com a morte de sua mãe, recebe um livro de presente e fascinado de forma mágica pelo mesmo, o menino mergulha em Fantasia tentando se afastar desse mundo real. Esse reino fantástico, está ameaçado pelo Nada, espécie de força estranha que se propaga cada vez mais de maneira assustadora. Por ter sido um presente de sua mãe, Bastian o lê loucamente e atende o chamado dos personagens da obra para salvar Fantasia. Nesse universo, a salvação da Imperatriz Criança, que adoece de forma misteriosa, precisa receber um novo nome a ser dado somente por uma criança humana. Seria Bastian a criança capaz de libertar o Reino de Fantasia, e com isso socorrer a si próprio? Junto com o jovem herói Atreiú e o Dragão da Sorte Fuchur, o garoto se entrega a uma viagem na qual cada minuto importa. Resgatar Fantasia e, consequentemente, o Mundo dos Humanos.

de 29/03/2024 a 01/07/202480 minGratuitoEm cartaz
  • Sexta20h
Teatro do SESI-SP

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.