Você está na cidade de:

CADUCA: O QUE DEVEMOS LEMBRAR

Ministério da Cultura e Projeto Domingo no Teatro apresentam: “Caduca: O que devemos lembrar”

“CADUCA” é um espetáculo teatral inspirado em uma história real e comovente. Baseado na trajetória das atrizes Lizette Negreiros e Cleide Queiroz em 1968, quando viajaram de Santos para São Paulo para participar do teste de elenco da montagem histórica “Morte e Vida Severina”, dirigida por Silney Siqueira para a Companhia Paulo Autran. A peça conta a história de uma mulher idosa, a Caduca (interpretada por Theodora Ribeiro), que, em 1968, viu o anúncio do teste de elenco, mas não teve coragem de fazer o teste. Agora, décadas depois, Caduca é uma mulher idosa que apresenta sintomas de demência senil. Remexendo em seus pertences, ela reencontra o anúncio da audição e decide que, mesmo tardiamente, quer fazer essa viagem para participar do teste que sempre sonhou. Durante essa jornada, Caduca é acompanhada por duas figuras simbólicas: a Mulher que não foi (interpretada por Eliane Weinfurter) e a Morte (interpretada pela poeta surda Yanna Porcino), que adiciona uma dimensão poética e reflexiva à narrativa.

Ficha Técnica:

Direção e dramaturgia: Cintia Alves
Elenco: Theodora Ribeiro, Eliane Weinfurter, Yanna Porcino
Direção de Arte: Jeff Celophane, Karla Pessoa, Vlad Victorelli, Magno Ladeira
Desenho de luz: Fernanda Guedella
Técnicas de luz (em revezamento): Fernanda Guedella e Leila Monsegur
Direção Musical: Juliana Keiko
Técnicas de som (em revezamento): Juliana Keiko e Bianca Milanda
Assistência de Direção: Camila Delfino
Consultoria de Audionarração: Edgar Jacques
Consultoria de Visualidades: Fábio de Sá
Assessoria de Acessibilidade: Sylvia Sato
Pesquisa: Letícia Soares, Júlia Katula e Edson Calheiros
Realização: GRÃO – Arte e Cidadania & Museu Vozes Diversas
Espetáculo Infantojuvenil
Classificação indicativa: Livre para todos os públicos
Duração: 50 minutos
Acessível em Libras:
Audionarração para pessoas cegas

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 03/03/2024 até 03/03/2024

Dias

  • Domingo11h

Duração

55 minutos

Valor

R$10

Região

São Paulo /

Teatro / Espaço

Teatro J. Safra
Rua Josef Kryss, 318, Parque Industrial Tomas Edson, Barra Funda, São Paulo/SP - 01140-050

Estacionamento

No local

Cafeteria

Sim

Telefone

(11) 3611-3042

E-mail

contato.teatrojsafra@manhasemanias.com.br

L

Classificação indicativa

Classificação Livre para todas idades

Galeria de fotos
Fotos por Geraldo Lima,Jere Nunes
Compartilhar em

Você pode se interessar

A MENINA ESCORRENDO DOS OLHOS DA MÃE

Antonia (Silvia Buarque), aos 50 anos, está num quarto de hotel com sua mãe, Elisa (Guida Vianna), a quem pouco viu ao longo dos anos. Elas tentam resgatar uma relação prejudicada pela dificuldade de Elisa em lidar com o fato de Antônia ser lésbica. Querem desmontar a “parede de gelo” que as separou por 30 anos. Neste reencontro, Antônia acaba revelando um segredo que a atormentou ao longo destas três décadas: ela teve uma filha que foi entregue para adoção.Há uma passagem de tempo, e vemos Antonia (agora Guida Vianna) aos 70 anos. Ela vai conhecer Helena (Silvia Buarque), a criança que entregou para adoção há 50 anos atrás. A iniciativa partiu da filha, em busca da própria origem. O encontro acontece num jantar no restaurante de Helena, quando terão a oportunidade de conversar sobre suas trajetórias e os laços que as unem.Há uma passagem de tempo, e vemos Antonia (agora Guida Vianna) aos 70 anos. Ela vai conhecer Helena (Silvia Buarque), a criança que entregou para adoção há 50 anos atrás. A iniciativa partiu da filha, em busca da própria origem. O encontro acontece num jantar no restaurante de Helena, quando terão a oportunidade de conversar sobre suas trajetórias e os laços que as unem.

de 20/06/2024 a 27/07/202470 minà partir de R$ 12Em cartaz
  • Quinta20h20h
  • Sexta20h20h
  • Sábado20h20h
  • Quinta20h20h
  • Sexta20h20h
  • Sábado20h20h
Auditório Sesc Pinheiros

O PAI

Fulvio Stefanini interpreta André, um idoso de 80 anos, rabugento, mas muito simpático e divertido. Com sua cabeça começando a falhar, sua filha vive um dilema: cuidar de seu pai, ou interná-lo em um asilo e ir curtir a vida com seu novo namorado.

de 06/07/2024 a 28/07/202490 minà partir de R$ 50Em cartaz
  • Sábado20h20h
  • Domingo19h19h
  • Sábado20h20h
  • Domingo19h19h
Teatro Fernando Torres

A ALMA IMORAL

A peça desconstrói e reconstrói conceitos milenares da história da civilização - corpo e alma, certo e errado, traidor e traído, obediência e desobediência. Sozinha no palco, Clarice Niskier conta histórias e parábolas da tradição judaica, valendo-se somente de uma cadeira e um grande pano preto que, concebido pela figurinista Kika Lopes, transforma-se em oito diferentes vestes – mantos, vestidos, burcas. O espaço cênico concebido por Luis Martins é limpo e remete a um longo corredor em perspectiva.

de 06/07/2024 a 01/09/202480 minà partir de R$ 45Em cartaz
  • Sábado18h18h
  • Domingo18h18h
  • Sábado18h18h
  • Domingo18h18h
Teatro Uol

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.