Você está na cidade de:

CAMUS E O TEÓLOGO – UM ENCONTRO IMPROVÁVEL

Embate sobre o sentido da vida marca espetáculo que coloca frente a frente o filósofo Albert Camus e teólogo em Paris

Baseada em fatos reais, a peça traz dois pontos de vista diametralmente antagônicos: o do filósofo ateu e o do homem de fé. O público se verá diante de pontos convergentes e divergentes, que os conduzem entre reflexões e questionamentos sobre temas, como a origem do homem, o paradoxo entre a existência de Deus e os males do mundo, o sofrimento, a falta e a busca pelo sentido da vida, o poder, a guerra, a liberdade e o amor. A inteligência e a elegância dos diálogos trazem temas filosóficos presentes na vida de todos e comprovam que é possível florescer uma amizade entre pessoas com convicções tão distintas. A peça estimula o respeito à divergência e instiga o público a ponderar sobre como todas as verdades são relativas e como ninguém detém o monopólio da razão absoluta.

Ficha Técnica:

Livre adaptação do livro “Albert Camus and The Minister”, de Howard Mumma
Idealização: Alexandre Barros.
Adaptação: Cássio Junqueira e Cassio Scapin.
Direção Geral: Clarisse Abujamra.
Direção: Clarisse Abujamra e Amazyles de Almeida.
Elenco: Alexandre Barros e Fernando Alves Pinto.
Participação Especial: Amazyles de Almeida.
Direção de Produção: Daniel Torrieri Baldi.
Cenografia: Daniela Galli.
Figurino: Roberto Alencar.
Iluminação: Ivan Abujamra.
Trilha Sonora Original: André Abujamra.
Preparação Corporal: Suzana Mafra.
Preparação Vocal: Edi Montecchi.
Coordenação de Projeto: Érika Braga.
Produção Executiva: Fernanda Lorenzoni.
Assistente de Produção: Gabrielle Ventura.
Assistente de Iluminação e Operação: Rodrigo Sawl.
Contrarregra: Felipe Caiafa.
Cenotécnica: Armazém Cenográfico.
Assessoria Contábil: Contabilizi: Gestão Contábil.
Assessoria Jurídica: Maristela Bueno.
Administração: Alexandre Barros.
Design Gráfico: Emerson Brandt.
Fotografia Artística: Rinaldo Martinucci.
Assessoria de Imprensa: Adriana Balsanelli e Renato Fernandes.
Redes Sociais: Talyta Follow.
Produção: Desembuxa Entretenimento.
Realização: Alexandre Barros.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 16/06/2023 até 06/08/2023

Dias

sex 20h, sáb 20h, dom 18h

Duração

80 minutos

Valor

R$60,00 (inteira) e R$30,00 (meia) / Nos dias 16, 23, 30/06 e 07/07 preço popular R$20 (inteira) e R$10 (meia)

Região

Centro / São Paulo

Teatro / Espaço

TEATRO ALIANÇA FRANCESA
Rua General Jardim, 182, Vila Buarque, São Paulo/SP - 01223011

Estacionamento

Em frente ao teatro

Cafeteria

Sim

Telefone

(11) 3572-2379

L

Classificação indicativa

Classificação Livre para todas idades

Galeria de fotos
Fotos por RINALDO MARTINUCCI
Compartilhar em

Você pode se interessar

HEDDA GABLER

Hedda Gabler é um dos maiores papeis femininos da história do teatro. A peça, escrita em 1890, retrata a vida de uma mulher indecifrável, voluntariosa, inconformada e fascinante. Na volta de sua lua-de-mel, Hedda descobre que não vai suportar o que considera uma vida medíocre junto a seu marido, Jorge Tesman.

de 28/06/2024 a 28/07/2024105 minà partir de R$ 40Em breve
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo18h
MASP Auditório

TRILHA PARA AS ESTRELAS

Trilha para as Estrelas conta a história de Kellen, Cris e Cláudia, interpretadas pelas atrizes Lilian Regina, Arami Argüello e Vicka Matos. Trata-se de três amigas interessadas por ciência, poesia e fotografia que decidem acampar na encantadora e misteriosa Mata Atlântica. Ao armar a barraca em uma clareira, depois de caminharem por uma trilha cheia de emoção, diversão e desafio, as jovens buscam se proteger com numerosos apetrechos de viagem, tentando imitar o conforto que deixaram na cidade. Por fim se dão conta de que a aventura não está no que podem evitar ou capturar, mas no inesperado encontro com os animais, as plantas e até mesmo com sonhos distantes que podem transformá-las em estrelas.

de 21/04/2024 a 28/07/202460 minGratuitoEm cartaz
  • Domingo16h
Itaú Cultural

HILDA E CAIO

Peça ficcional baseada em episódios e personagens reais. No início da década de 70, perseguido pela ditadura civil-militar em virtude de sua literatura homoerótica, Caio Fernando Abreu exila-se na Casa do Sol, residência campestre de Hilda Hilst em Campinas, antes de fugir para a Europa. Diante dos acontecimentos recentes, ele decide parar de escrever e acaba confrontado pela amiga, que, mesmo desencantada pela falta de leitores e pela crise editorial, acredita que os dois têm a missão de continuar produzindo literatura.

de 19/06/2024 a 19/06/202465 minGratuitoEm breve
  • Quarta21h
  • Quarta21h
Teatro Alfredo Mesquita

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.