Você está na cidade de:

CANTIGA MOURA – UMA FÁBULA INDO-BRASILEIRA

Núcleo Prema mescla dança indiana com cultura popular brasileira em novo espetáculo

Em cena, o público acompanha a história de uma princesa disputada por dois cavaleiros, um cristão e outro mouro. Irani Cippiciani explica, que o conto antigo, onde o cavaleiro cristão sequestra a princesa e mata o cavaleiro mouro, foi sendo suavizado com o tempo para se transformar em um conto infantil e chega em CANTIGA MOURA – UMA FÁBULA INDOBRASILEIRA com uma nova roupagem. “Agora a protagonista da história é a princesa, que não precisa decidir com qual cavaleiro quer seguir. Ela é livre e pode até se permitir ficar sozinha, cuidando da própria vida. Desse modo, a personagem feminina protagoniza a tríade arquetípica da princesa-donzela-guerreira, que transpassa nosso imaginário popular em muitos contos, poemas e canções”.

Ficha Técnica:

Dramaturgia e Composições Musicais: Irani Cippiciani.
Direção de Cena e Iluminação: Edilson Castanheira.
Direção e Arranjo Musical: Leandro Medina.
Cenografia, Figurinos e Adereços: Betania Dias Galas.
Assistência Adereços: Edilson Castanheira.
Modelagem e Costura: Maria José Souto dos Santos.
Coreógrafa: Irani Cippiciani.
Coreógrafos Convidados: Andrea Soares, Maya Vinayan e Tião Carvalho.
Preparadora Corporal em Danças Brasileiras: Andrea Soares.
Assessoria Bumba-Meu-Boi: Tião Carvalho | Grupo Cupuaçu.
Músicos Brasileiros: Fernanda de Paula (cantora), Leandro Medina (cantor e percussionista), Luan Frenk (multi- Instrumentista), Cesar Azevedo (percussionista).
Músicos Indianos: Maya Vinayan (nattuvangam), Vishalakshi Nityanand (cantora), K. S. Sudhama (mridangam), S. Sunil Kumar (flauta), Moodikondam Ramesh (veena).
Gravação, Mixagem e Masterização: Gabriel Spazziani| Estúdio Casa da Lua.
Dança-atrizes: Cassiana Rodrigues, Cintia Kawahara, Irani Cippiciani, Krishna Sharana e Rosana Araujo.
Produtora Executiva: Gleiziane Pinheiro.
Produtor Associado: Edilson Walney.
Assessoria de Comunicação: Nossa Senhora da Pauta.
Designer Gráfico: Júlia Schettini.
Foto Material de Divulgação: Renata Mosaner, Barbara Lana, Davi Jordan e Natan Vasconcelos.
Mapa de Iluminação, Foto e Filmagem Temporada: Kenny Rogers.
Operação de Som: Leandro Dias.
Operação de Luz: Edilson Castanheira.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 11/11/2023 até 12/11/2023

Dias

sáb 16h, dom 16h

Duração

60 minutos

Valor

Gratuito

Região

São Paulo /

Teatro / Espaço

Teatro Paulo Eiró
Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro, São Paulo/SP - 04733100

Estacionamento

Nas redondezas

Cafeteria

Sim

Telefone

(11) 5686-8440

E-mail

pauloeiroteatro2@gmail.com

L

Classificação indicativa

Classificação Livre para todas idades

Galeria de fotos
Fotos por Renata Mosaner,Davi Jordan,Barbara Lan
Compartilhar em

Você pode se interessar

DUAL

Na trama, um timer de tempo é acionado por meio do giro de uma roda no centro do palco. Um jogo é estabelecido pelas artistas que se desafiam em disputas acrobáticas e cênicas. Um esqueleto anatômico é montado durante o espetáculo e se torna uma peça fundamental nesse jogo.

de 25/05/2024 a 16/06/202455 minGratuitoEm cartaz
  • Sábado16h
  • Domingo16h
Teatro Alfredo Mesquita

EPIFANIA

O propósito de movimento é resgatar a beleza e virtuose de saltos, giros e linhas do ballet clássico em um corpo do século XXI, com uma nova roupagem de vivência e bagagem da dança contemporânea, nesse contexto a pesquisa corporal inclui sincronismo aplicado em movimentos com desarticulação, quebra de linha de rigidez e técnica de chão, dentro de um padrão de continuidade anatômica. Assim, as sapatilhas de ponta se tornam ferramentas para a dança contemporânea. O cenário é composto por várias portas brancas com suas respectivas fechaduras, que conforme se encaixam, criam um desenho abstrato com formas e intenções diversas que representam as portas para captação de estímulos externos e acesso interno individual de cada pessoa.

de 07/06/2024 a 09/06/2024 minGratuitoEm breve
  • Sexta21h
  • Sábado21h
  • Domingo19h
Teatro Paulo Eiró

CORRENTEZA

CORRENTEZA é um projeto de performance vertical híbrido, confluindo as linguagens da dança vertical – que por si só já é uma sobreposição da dança com a técnica do rapel – com o videomapping, a arquitetura urbana, a dramaturgia, a poesia e plasticidade de um espetáculo cênico. As coreografias são executadas fora do palco e fora do plano horizontal. A técnica vertical permite deslocar o palco do artista e, consequentemente, o ângulo do espectador, gerando estranhamento e fricção.

de 16/05/2024 a 27/05/202430 minGratuitoÚltimos Dias
  • Segunda20h
  • Terça20h
  • Quarta20h
  • Quinta20h
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo20h

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.