Você está na cidade de:

CÁRCERE OU PORQUE AS MULHERES VIRAM BÚFALOS

Companhia de Teatro Heliópolis faz curta temporada de CÁRCERE ou Porque as Mulheres Viram Búfalos

A história das irmãs é um disparador no enredo de CÁRCERE ou Porque as Mulheres Viram Búfalos para revelar o quanto é difícil se desvincular de uma estrutura tão complexa quanto o encarceramento. Enquanto a mãe enfrenta o sistema jurídico na tentativa de libertar o filho preso injustamente, lutando pela subsistência da família e do filho, sua irmã é refém do ex-companheiro, também encarcerado, a quem deve garantir suporte no presídio, sem ter direito a uma nova vida conjugal. Presas a um histórico circular, pois também tiveram o pai preso, elas lutam para quebrar o ciclo em um percurso espinhoso.

Ficha Técnica:

Encenação: Miguel Rocha.
Assistência de direção: Davi Guimarães.
Texto: Dione Carlos.
Elenco: Antônio Valdevino, Dalma Régia, Davi Guimarães, Jefferson Matias, Jucimara Canteiro, Priscila Modesto, Vitor Pires e Walmir Bess.
Direção musical: Renato Navarro.
Assistência de direção musical: César Martini.
Musicistas: Alisson Amador (percussão), Amanda Abá (violoncelo), Denise Oliveira (violino) e Jennifer Cardoso (viola).
Cenografia: Eliseu Weide.
Iluminação: Miguel Rocha e Toninho Rodrigues.
Figurino: Samara Costa.
Assistência de figurino: Clara Njambela.
Costureira: Yaisa Bispo.
Operação de som: Lucas Bressanin.
Operação de luz: Nicholas Matheus.
Cenotecnia: Wanderley Silva.
Provocação vocal, arranjo e composição da música do ‘manifesto das mulheres’: Bel Borges.
Provocação vocal, orientação em atuação-musicalidade e arranjo – percussão ‘chamado de Iansã’: Luciano Mendes de Jesus.
Estudo da prática corporal e direção de movimento: Érika Moura.
Provocação cênica: Bernadeth Alves, Carminda Mendes André e Maria Fernanda Vomero.
Comentadores: Bruno Paes Manso e Salloma Salomão.
Mesas de debates: Juliana Borges, Preta Ferreira, Roberto da Silva e Salloma Salomão – mediação de Maria Fernanda Vomero.
Orientação de dança afro: Janete Santiago.
Direção de produção: Dalma Régia.
Fotos: Rick Barneschi, Tiggaz e Weslei Barba.
Assessoria de imprensa: Eliane Verbena.
Idealização e produção: Companhia de Teatro Heliópolis.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 02/03/2024 até 17/03/2024

Dias

  • Sábado20
  • Domingo19

Duração

120 minutos

Valor

Gratuito

Região

São Paulo /

Teatro / Espaço

Casa de Teatro Maria José de Carvalho - Sede da Companhia de Teatro Heliópolis
Rua Silva Bueno, 1533, Ipiranga, São Paulo/SP - 04208051

Estacionamento

Cafeteria

Não

Telefone

(11) 2060-0318

E-mail

producao.cth.c@gmail.com

12

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 12 anos

Galeria de fotos
Fotos por Rick Barneschi,Weslei Barba,TIGGAZ
Compartilhar em

Você pode se interessar

CRIOULOS

CRIOULOS, mescla temas históricos e culturais da negritude, numa viagem que aborda fantasmas da Ku Klux Klan, Gorilas à temas como os efeitos da segregação racial, pela narrativa e ótica do personagem - Crioulo - um jovem Negro que perde seu pai, um ativista das causas sociais, morto por policiais milicianos. Com situações cômicas e ácidas a partir de histórias que revisitam décadas de preconceito, violência, conflitos de raças e identidade - “CRIOULOS” é uma crítica mordaz enquanto comédia política a respeito das questões raciais tão presentes nos dias de hoje, abordando as semelhanças entre as lutas do movimento Negro do Brasil e Estados Unidos.

de 13/04/2024 a 28/04/202490 minà partir de R$ 25Em cartaz
  • Sábado20h30
  • Domingo18h
SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt

MARIA AUXILIADORA COM A CIA DOS INVENTIVOS

No final da década de 1930, Maria Auxiliadora e seus irmãos formam uma grande família de artistas negros que migram para a zona norte de São Paulo. Em meio aos desafios da cidade, a família Silva vai tecendo a sua história e exercendo o seu protagonismo junto a tantas outras. A história de Maria Auxiliadora também é forte como inspiração: uma mulher negra de origem pobre que ascende como artista visual em um meio elitista. Mas essa luta está permeada pelas relações de comunidade com uma rede de apoio que se conecta por familiaridade ou por compartilhar valores sociais, espirituais e culturais.

de 06/04/2024 a 14/04/2024120 minGratuitoÚltimos Dias
  • Quinta14h30
  • Sexta19h30
  • Sábado16h
  • Domingo16h
Sesc Casa Verde

O VÃO ENTRE O TREM E A PLATAFORMA

Após um atraso que a leva a perder o trem, uma jovem persona, consumida pelo tempo de espera, dá início a um ensaio de pensamentos sobre o trem perdido, as estações que frequentou, as baldeações que já fez na vida e nas pessoas. Mergulhando no vazio entre o trem e a plataforma, a personagem, representada por cinco intérpretes, visita o passado, vislumbra o futuro e percorre pelas linhas e multiverso encontrando diferentes versões de si mesma.

de 18/04/2024 a 27/04/202460 minà partir de R$ 9Em breve
  • Quinta18h
  • Sexta18h
  • Sábado18h
Sesc 24 de Maio

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.