COMPARSAS DO RISO

Quinta-feira (dia 10), às 11h e 14h.

Sexta-feira (dia 11), às 10h, com intérprete de Libras e às 14h.

Ingressos retirados na bilheteria a partir de 1 hora antes da apresentação.

Agendamento escolar pelo telefone 21 98434-2495.

Sinopse

No dia 05 de novembro, o Espaço Cultural Sérgio Porto recebe a peça infanto-juvenil “Comparsas do Riso”, um tributo amoroso ao circo. Dirigido por Cláudio Baltar, o espetáculo origina-se do livro infantojuvenil homônimo do escritor alagoano Bernardo de Mendonça (1950-2017), com dramaturgia de sua filha, Sol de Mendonça, idealizadora do projeto. A obra de Mendonça é considerada “Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil”. Apresentando números de palhaçaria, trapézio, tecido, elásticos e malabares, o espetáculo traz no elenco: Adelly Costantini, Alice Amarante, Juliete Schultz, Horácio Storani e Vicente Baltar. Em cena, os musicistas Lia Buarque e Horácio Storani acompanham a trupe. Sol de Mendonça é também coautora da trilha musical com Pedro Miranda e Guto Wirtti.
A história, originalmente escrita em versos, fala de um instante de arte, prazer e liberdade numa cidade em que os moradores passam os dias isolados. No circo local, a arquibancada, mais vazia do nunca, enche-se de vida com as gargalhadas de um menino, encantado com o que assiste no picadeiro. É o tipo de sessão que os artistas amariam eternizar. A emoção do menino, ao expressar gargalhadas tão sinceras, contagia de forma avassaladora a pequeníssima plateia.
Segundo o diretor Cláudio Baltar, os assuntos mais interessantes do espetáculo “Comparsas do Riso” são, por um lado, sobre o riso: “Por que é que a gente ri? Ri de quê? Ri de quem? Ri de si mesmo? Quem deu a primeira risada?” e, por outro lado, falar sobre a relação de empatia que se estabelece entre o artista e o público ou da busca dessa empatia. A cada espetáculo a plateia se renova e o artista precisa “ganhar o público”, missão ora mais fácil, ora mais difícil, de acordo com as circunstâncias do momento e a diversos fatores inexplicáveis.

Direção

Cláudio Baltar

Ficha Técnica Completa

Direção: Cláudio Baltar
Dramaturgia e Idealização: Sol de Mendonça
Direção de Produção: Fernanda Avellar
Pré-produção: Marina Gadelha
Elenco: Adelly Costantini, Alice Amarante, Horácio Storani, Juliete Schultz e Vicente Baltar
Musicistas em cena: Lia Buarque e Horácio Storani
Iluminação: Paulo César Medeiros
Cenário e figurinos: Guilherme Reis
Direção Musical: Pedro Miranda e Guto Wirtti
Músicas Originais: Sol de Mendonça, Pedro Miranda e Guto Wirtti
Assistente de produção: Ana Clara Vendramini
Cenotécnica: Ana Clara Vendramini
Rigger: Alejandro Firmin Higuera Ângulo
Programação Visual: Kaka Palhano e Vicente Baltar
Assessoria de Imprensa: Ney Motta

Texto disponibilizado pela produção do espetáculo.

Detalhes
  • Status
    Encerrada
  • Temporada
    05/11/2022 - 13/11/2022
    Quinta-feira 11h /14h / Sexta-feira 10h / Sábado 15h / Domingo 15h
  • Duração
    40 minutos
  • Valor
    Gratuito
  • Teatro/Espaço
    • Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto
      R. Humaitá, 163 , Humaitá, Rio de Janeiro/RJ - 22261000
  • L
    Classificação Indicativa
    Livre
Detalhes
  • Status
    Encerrada
  • Temporada
    05/11/2022 - 13/11/2022
    Quinta-feira 11h /14h / Sexta-feira 10h / Sábado 15h / Domingo 15h
  • Duração
    40 minutos
  • Valor
    Gratuito
  • Teatro/Espaço
    • Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto
      R. Humaitá, 163 , Humaitá, Rio de Janeiro/RJ - 22261000
  • L
    Classificação Indicativa
    Livre