Você está na cidade de:

MACACOS

Montagem, que rendeu a Clayton Nascimento os troféus de Melhor Ator nos prêmios Shell e APCA, integra a programação de inauguração do novo Teatro do Célia Helena Centro de Artes e Educação, com espetáculos gratuitos

Refazer a história do Brasil, tendo como ponto de partida as origens da discriminação racial e da popularização do xingamento “macaco”. Em síntese, esta é a proposta de Macacos, premiado solo concebido pelo ator Clayton Nascimento, que fará sessão única na programação que o Célia Helena Centro de Artes e Educação – uma das mais conceituadas escolas de teatro do país, dirigida por Lígia Cortez -, preparou em celebração ao seu aniversário de 45 anos e à inauguração de seu novo Teatro.

A montagem, que rendeu a Clayton Nascimento os prêmios de Melhor Ator no Prêmio Shell e no APCA, será apresentado no dia 16 de abril no Teatro do Célia. Importante ressaltar que Clayton tem uma ligação muito forte com a instituição. Foi lá que se formou como ator e onde atualmente é professor.

Assim, a encenação de Macacos reforça a proposta desta programação especial de inauguração do novo teatro, que é oferecer ao público a oportunidade de assistir a diferentes montagens no novo espaço multiuso, reservado para a encenação de espetáculos de alunos e de grupos itinerantes, que trazem em comum a trajetória de artistas que fizeram a história da instituição.

Macacos – De família piauiense, Clayton Nascimento cresceu no Jabaquara, ao lado da mãe manicure e do pai comerciante, que não conseguiam pagar os estudos do filho. Porém, devido à sua dedicação para o aprendizado e ao seu grande talento, o jovem artista foi agraciado com algumas bolsas de estudo, que auxiliaram em sua formação. Seu trabalho incessante o levou ao mestrado na Escola de Comunicação e Artes da USP, onde estudou educomunicação.

Em Macacos, Clayton Nascimento traz como inspiração a história de grandes personalidades negras, como Machado de Assis, Elza Soares e a cantora Bessie Smith. Além disso, a ator se inspira em suas próprias vivências, com destaque para um triste caso ocorrido em 2018, quando um casal o acusou de ter roubado um mercadinho e as pessoas ao redor se uniram para espanca-lo.

O preconceito contra os povos pretos é abordado em cena a partir do relato de um homem-preto que busca respostas para o racismo que rodeia seu cotidiano e a história de sua comunidade. A obra se desenrola num fluxo de pensamentos, desabafos e elucidações que surgem em cenas pautadas em nossa História Geral, como também em situações vividas por grandes artistas negros, até alcançar relatos e estatísticas de jovens negros presos e executados pela polícia militar no Brasil de ontem e de 2023.

FICHA TÉCNICA:

Interpretação, Direção e Dramaturgia: Clayton Nascimento
Direção Técnica/Iluminação: Danielle Meireles
Provocação Cênica: Ailton Graça
Direção de Movimento: Aninha Maria Miranda
Produção Geral: Ulisses Dias – Bará Produções
Produção Executiva: Corpo Rastreado

 

Texto disponibilizado pela produção do espetáculo.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 16/04/2023 até 16/04/2023

Dias

dom 18h

Duração

minutos

Valor

Região

Centro / São Paulo

Teatro / Espaço

Teatro do Célia
Avenida São Gabriel, 444, Jardins, São Paulo/SP - 04531010

Estacionamento

Cafeteria

Sim

Telefone

(11) 5555-5619

E-mail

producao@celiahelena.org.br

12

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 12 anos

Galeria de fotos
Fotos por Noelia Nájera
Compartilhar em

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.