Você está na cidade de:

O HOMEM E SUA PRÓSTATA

Norival Rizzo estrela comédia O Homem e Sua Próstata, que rompe com tabus sobre saúde masculina
Indicado a melhor ator por este espetáculo no Prêmio PRIO de Humor, do Fábio Porchat, o espetáculo tem direção de Fernando Cardoso, e foi escrito pelo norte-americano Ed Weinberger.

Sucesso nos EUA, no Canadá e na Irlanda, a comédia O Homem e Sua Próstata, do premiado autor e roteirista Ed Weinberger (vencedor de 9 EMMYs e 5 Golden Globes), ganha uma adaptação brasileira com direção de Fernando Cardoso e tradução de Augusto Cesar Ofaié.

Com aval da Sociedade Brasileira de Urologia, a comédia tem a proposta de quebrar tabus a respeito do câncer de próstata e alertar para a importância do exame de toque retal – sobretudo para homens acima de 50 anos. Esse tema é extremamente atual e relevante, uma vez que, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), este é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens e foi responsável por mais de 68 mil novos casos diagnosticados só em 2018.

“Lidamos com um tema que precisa ser tratado com seriedade, mas estamos partindo para o humor. Acho que o humor atinge as pessoas mais diretamente, porque, se usássemos um tom muito sério e trágico, talvez, algumas pessoas se afastassem e nem quisessem ouvir sobre o assunto. Conheço muita gente que não pode nem ouvir falar a palavra câncer. Queremos que os homens tenham mais acesso à informação sobre a doença e possam cuidar da sua saúde”, comenta o ator Norival Rizzo, que dá vida ao protagonista da peça.

Na trama de O Homem e Sua Próstata, um casal de turistas brasileiros viaja em um cruzeiro romântico. Quando o navio atraca numa cidade litorânea da Itália, o marido desembarca sozinho para um passeio. Ele acaba se sentido mal, desmaia e é levado às pressas para o hospital mais próximo.
Solitário e sem entender italiano, o paciente descobre que sua próstata está muito aumentada e que possui sete pedras em sua bexiga, o que está sobrecarregando seus rins, que estão sob o risco de falência.
As horas de desespero do pré e do pós-operatório são o tema deste monólogo hilário. Ao rir de si mesmo e revelar seus medos e sentimentos mais privados, o personagem lembra um amigo querido do espectador, ou aquele tio próximo. E, ao dividir sua história íntima, o personagem envolve a todos, homens e mulheres, de qualquer idade.

O texto, de acordo com o tradutor Augusto César Ofaié, é baseado em uma experiência real vivida pelo próprio autor norte-americano. “Tem uma questão muito interessante que é o fato de esse personagem visitar o urologista todos os anos, mas nunca ter feito o exame do toque. Se tudo isso é um tabu para o paciente, também pode ser para os médicos. Acho bem importante termos homens falando para homens sobre a questão da saúde masculina, porque, ao contrário das mulheres, que costumam se cuidar bem mais, nós não fazemos isso e podemos até morrer de câncer por puro preconceito”, reflete.
Já a encenação, segundo o diretor Fernando Cardoso, é muito pautada pelo trabalho com Norival Rizzo, que acumula uma longa e celebrada carreira na TV, no teatro e no cinema. “Ele sabe tudo de teatro, domina totalmente o humor e tem a plateia na mão. Por isso a encenação vai se concentrar e se ancorar no talento dele”, revela.
“Pretendo usar alguns truques para deixar o espetáculo mais dinâmico do que em sua versão original. Quero que o Norival não apenas narre as ações das personagens secundárias, mas que dê vida a elas. Estamos nos inspirando na atmosfera das palestras motivacionais e bate-papos, porque quero que o Norival entre em cena como ele mesmo, como um ator, e vá virando o personagem aos poucos”, antecipa o encenador.
Além do ator veterano, o monólogo contará com participação especial em vídeo da atriz Tânia Alves. “Ela vai participar em projeções de vídeo como a esposa do personagem principal, já que ele é absurdamente apaixonado por ela e tem medo de não conseguir mais fazer amor com ela. A participação da Tânia vai trazer um pouco mais de poesia e lirismo para a cena”, explica Cardoso.

Ficha Técnica:

Texto: Ed Weinberger
Direção: Fernando Cardoso
Atuação: Norival Rizzo
Tradução e adaptação: Augusto Cesar Ofaié
Assessoria de Imprensa: Pombo Correio
Co-produção: Mesa2 (Roberto Monteiro e Fernando Cardoso) e Amálgama Entretenimento (Carolina Vianna)

Texto disponibilizado pela produção do espetáculo.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 03/03/2023 até 26/03/2023

Dias

  • Sexta
  • Sábado
  • Domingo
  • Sexta
  • Sábado
  • Domingo

Duração

70 minutos

Valor

R$80 (inteira) / R$40 (meia)

Região

Centro / São Paulo

Teatro / Espaço

Teatro Itália Bandeirantes
Av. Ipiranga, 344, Ipiranga, São Paulo/SP - 01046010

Estacionamento

No local com Valet

Cafeteria

Sim

Telefone

(11) 3214-4579

E-mail

contato@teatroitaliabandeirantes.com.br

16

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 16 anos

Galeria de fotos
Fotos por Divulgação
Compartilhar em

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.