Você está na cidade de:

RISOS, AMOR E GUARANÁ

Em homenagem ao Mês do Orgulho LGTBQIAP+, a comédia RISOS, AMOR E
GUARANÁ, de Raul de Orofino, apresenta edição especial com duas novas
histórias

Em comemoração ao Mês do Orgulho LGTBQIAP+, o ator, autor e diretor Raul de Orofino adicionará, em edição especial de seu espetáculo RISOS, AMOR E GUARANÁ, duas novas histórias que abordam as
diferentes formas de amor dentro das famílias e dos relacionamentos afetivos. A peça, que segue a sua habitual linha de humor com reflexão.

 Ingressos a venda também por Whatsapp: (21) 98059-2697 (pagamento via PIX)

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 27/04/2023 até 29/07/2023

Dias

sex 21h, sáb 21h

Duração

60 minutos

Valor

R$40 (inteira) / R$20 (meia)

Região

Zona Sul / Rio de Janeiro

Teatro / Espaço

Estação NET Botafogo
Rua Voluntários da Pátria, 88, Botafogo, Rio de Janeiro/RJ - 22270010

Estacionamento

Nas redondezas

Cafeteria

Sim

Telefone

(21) 2146-7892

E-mail

estacaonetdecinema@grupoestacao.com.br

14

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 14 anos

Galeria de fotos
Fotos por Guilherme Vizane
Compartilhar em

Você pode se interessar

FRIDA KAHLO – A DEUSA TEHUANA

O monólogo concebido a partir do diário, das cartas e dos poemas escrito pela pintora mexicana, revela uma Frida Kahlo ao avesso, que poucos conhecem. A peça abre com o prólogo de Dolores Olmedo Patinõ, uma mulher excêntrica, responsável por difundir a obra de Frida Kahlo e Diego Rivera. Dolores e Frida, duas mulheres apaixonadas pelo mesmo Homem. Uma colecionadora de arte, a outra, a expressão da própria arte. O amor é o tema central, o amor de Frida, de Dolores, de Diego, daquilo que nos move: o amor pela vida.

de 29/02/2024 a 26/04/202460 minà partir de R$ 60Em cartaz
  • Quinta20h20h
  • Sexta20h20h
  • Quinta20h20h
  • Sexta20h20h
Teatro Itália Bandeirantes

CAIO EM REVISTA

Em cena, Roberto será porta voz de Caio nos textos mais pessoais, falando em primeira pessoa sem qualquer tentativa de reproduzir as características físicas e vocais de Caio. Uma outra voz abarca dois heterônimos criados por Caio: as colunistas Nadja de Lemos e Terezinha O’Connor, figuras femininas (dentro de uma estética “camp”, é claro), que fazem uma crônica dos tipos humanos e comportamentos da fauna urbana da São Paulo (ou de qualquer megalópole) dos anos 80, revelando uma percepção aguda a apontar um dedo (de longa unha vermelho-ciclâmen) para as idiossincrasias da sociedade alternativa da época. Em CAIO EM REVISTA teremos um Caio Fernando Abreu um tanto diverso daquele intérprete das angústias e do mal-estar no mundo de sua geração. Roberto Camargo vestirá a roupa de um Caio memorialista e poético, de um Caio humorista e cronista, de um Caio cheio de graça e de luz.

de 11/05/2024 a 25/05/202460 minà partir de R$ 40Em breve
  • Sábado17h
Teatro Viradalata

PUNDONOR

Em “Pundonor”, Lu Grimaldi é uma professora universitária que volta à sala de aula depois de alguns meses de licença. No entanto a aula que ela vai ministrar, uma introdução à obra de Foucault, é constantemente interrompida devido à sua situação de fragilidade. Ela precisa explicar seu comportamento, se redimir. Quando a própria imagem se perde, quando a estocada atinge o ponto de honra, talvez não haja nada a perder e uma nova aventura começa.

de 02/03/2024 a 28/04/202473 minà partir de R$ 20Em cartaz
  • Sábado20
  • Domingo18
Teatro Bravos - Complexo Aché Cultural

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.