Você está na cidade de:

TODAS AS COISAS MARAVILHOSAS

Kiko Mascarenhas comemora 40 anos de carreira com a peça TODAS AS COISAS MARAVILHOSAS

Aos seis anos de idade, um menino descobre que sua mãe sofre de depressão. A partir daí, ele começa a escrever listas de todas as coisas maravilhosas que podem fazê-la recuperar a vontade de viver e as deixa em locais estratégicos, para que ela encontre e redescubra “motivos” para continuar viva.

Ficha Técnica:

Texto: Duncan Macmillan e Joe Donahue
Tradução: Diego Teza
Direção: Fernando Philbert
Atuação: Kiko Mascarenhas
Preparação de ator: Ana Luiza Folly
Direção de Arte: Luciane Nicolino
Figurino: Tereza Nabuco
Adereços: Luciane Nicolino e Mauro Vicente Ferreira
Fotos, Arte e Vídeos: Gab Lara
Programação Visual e Design Gráfico: Vento Estúdio
Mídia Digital: Rafael Teixeira
Operação Luz e Som: Walace Meirelles
Contrarregragem: Conceição Telles
Direção de Produção: Cristiana Lara Resende
Assistência de Produção: Daniel Marques
Co-produção: Ufa! Produções Artísticas Ltda
Produção e Realização: KM ProCult
Assessoria de Imprensa: JSPontes Comunicação – João Pontes e Stella Stephany

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 29/06/2023 até 27/08/2023

Dias

qui a sáb 21h, dom 19h

Duração

70 minutos

Valor

R$80 (inteira) / R$40 (meia)

Região

Zona Sul / Rio de Janeiro

Teatro / Espaço

Teatro Poeira
R. São João Batista, 104, Botafogo, Rio de Janeiro/RJ - 22270030

Estacionamento

Nas redondezas

Cafeteria

Não

Telefone

(21) 2537-8053

E-mail

teatropoeira@teatropoeira.com.br

12

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 12 anos

Galeria de fotos
Fotos por Gab Lara
Compartilhar em

Você pode se interessar

O HOMEM QUE QUERIA SER LIVRO

Diante do enigma da morte e do nada provocado pela morte de um ente querido, um homem sai em busca do sentido da vida, tendo nos livros seu alicerce, enquanto vai narrando os motivos à solitude das letras ao convívio social. Não reunindo mais forças, recorre à imaginação para fugir da realidade, e mesmo assim vê-se tragado por um escuro e profundo abismo. Para se defender, passa então, a encarnar física e psiquicamente vários personagens, e é nesse “virar letra” que se depara com o Cavaleiro da Triste Figura: Dom Quixote, que o faz ressurgir renascido.

de 24/06/2024 a 26/06/202450 minà partir de R$ 16Em breve
  • Segunda20h
  • Terça20h
  • Quarta20h
Theatro Municipal de São Paulo

EU SOU UM MONSTRO

Escrita a partir de um acontecimento na vida do artista Francis Bacon (1909/1992) e seu namorado George Dyer, o performer pretende submeter seu público a experiência de sentir um ser idolatrado se transformar em um Monstro dentro delas. O sentimento de admiração e aversão colocados em confronto.

de 25/05/2024 a 28/07/202450 minà partir de R$ 50Em cartaz
  • Sábado20h
  • Domingo18h
Teatro Vivo SP

QUASE INFINITO

Em cinco atos, Quase Infinito representa grandes enfrentamentos da condição humana inspirados no universo de Jorge Luis Borges: o confronto com a tentação do ódio; o confronto com o nada e o esquecimento, como ameaças de esvaziamento de si próprio e do mundo; o confronto com a incomunicabilidade; e as chances de renascimento disponíveis para agarrarmos, a cada novo dia. Um corpo pode ser condição de partida, mas não garante que existimos. Em cada ato humano há um corpo em luta, lançado à busca de realizar a própria existência, e ao mesmo tempo, à beira de se entregar ao gozo da própria miséria.

de 09/08/2024 a 22/09/202475 minà partir de R$ 60Em breve
  • Sexta20h30
  • Sábado20h30
  • Domingo18h
Teatro FAAP

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.