Você está na cidade de:

TRÍPTICO: NÃO ELA, ELE E CULPA

Centro Cultural Grajaú recebe o Tríptico: Não ela, Ele e Culpa, de Oliver Olívia

Não ela: o que é bom está sempre sendo destruído – Um casal começa a morar junto ao mesmo tempo que um deles começa seu processo de transição de gênero. O namorado cisgênero então escreve um texto sobre suas questões que emergem no convívio com seu namorado trans. Esse texto é materializado no palco pelo casal em cena, através de cinco programas performativos.
Ele – Dois “eles”, um cisgênero e um transgênero, casados na vida real, se colocam num palco para juntos realizarem algumas ações e jogos performativos. São criadas imagens que remetem direta ou indiretamente a questões de sexualidade, gênero, existência e essência. Nesse percurso, surgem reflexões acerca do que é um homem, um “ele”, ou o próprio masculino. Essa peça foi criada quando o autor começou a usar testosterona.
Culpa – Uma pessoa transgênera e seus pais fazem uma peça de teatro no qual eles rememoram momentos de sua vida juntos, antes da pessoa transgênera fazer uma mastectomia masculinizadora (retirada plástica dos seios). Através de uma série de imagens, eles refletem sobre as tensões que habitam o relacionamento dos três frente às decisões estéticas e identitárias do filho trans.

Ficha Técnica:

Tríptico: Não Ela, Ele e Culpa
Não ela: o que é bom está sempre sendo destruído
Direção e performance: Oliver Olívia
Dramaturgia e performance: Lucas Miyazaki
Dramaturgismo: Antonio Salviano
Provocação: Ave Terrena, Kenia Dias, Janaína Leite e Monica Montenegro
Iluminação: Harth Brito
Operação cênica: Marco Antonio Oliveira
Ele
Direção, dramaturgia e performance: Oliver Olívia
Performance: Lucas Miyazaki
Dramaturgismo: Antonio Salviano
Provocação de movimento: Letícia Sekito
Desenho de luz: GIVVA
Execução de luz: Harth Brito
Culpa
Direção, dramaturgia e performance: Oliver Olívia
Performance e contribuição para a dramaturgia: Eugênio Fernandes e Rosana Lagua
Dramaturgismo: Antonio Salviano
Provocação cênica: Lucas Miyazaki
Iluminação: Harth Brito
Identidade Visual e Design: Veni Barbosa
Mídias Sociais: Fernando Pivotto
Assessoria de Imprensa: Canal Aberto – Márcia Marques e Daniele Valério
Produção: Corpo Rastreado – Leo Devitto

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 22/11/2023 até 24/11/2023

Dias

  • Quarta20h
  • Quinta20h
  • Sexta20h
  • Quarta20h
  • Quinta20h
  • Sexta20h

Duração

60 minutos

Valor

Gratuito

Região

Zona Sul / São Paulo

Teatro / Espaço

Centro Cultural Grajaú
R. Prof. Oscar Barreto Filho, 252, Parque America, São Paulo/SP - 04822230

Estacionamento

Cafeteria

Sim

Telefone

(11) 5925-4943

E-mail

cculturalgrajau@gmail.com

18

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 18 anos

Galeria de fotos
Fotos por Andre Stefano,
Compartilhar em

Você pode se interessar

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS

A plateia terá a chance de conhecer o País das Maravilhas junto com Alice e os vinte personagens mais conhecidos da obra, misturando a linguagem do teatro clássico e o teatro de formas animadas. Ao mergulhar no buraco da árvore, atrás do Coelho Branco, Alice inicia uma viagem fantástica ao País das Maravilhas. Depois de passar pela fechadura de uma porta e encontrar o Jardim das Flores e a Lagarta, Alice é confrontada pelos personagens. Cena após cena, ela vai conhecendo os Gêmeos, Gato que Ri, Chapeleiro Maluco, Ratinha e Lebre Maluca, despertando inesgotáveis possibilidades criativas que existem em cada um de nós. As portas da imaginação e do pensamento são abertas, pois não existe, em qualquer idade, limite entre o sonho e a realidade.

de 02/07/2024 a 30/07/202455 minà partir de R$ 40Em breve
  • Terça15h
Teatro Uol

FICÇÕES

Publicado em 2014, o livro de Harari afirma que o grande diferencial do homem em relação às outras espécies é sua capacidade de inventar, de criar ficções, de imaginar coisas coletivamente e, com isso, tornar possível a cooperação de milhões de pessoas – o que envolve praticamente tudo ao nosso redor: o conceito de nação, leis, religiões, sistemas políticos, empresas etc. Mas também o fato de que, apesar de sermos mais poderosos que nossos ancestrais, não somos mais felizes que esses. Partindo dessa premissa, o livro indaga: estamos usando nossa característica mais singular para construir ficções que nos proporcionem, coletivamente, uma vida melhor?

de 10/05/2024 a 28/07/202485 minà partir de R$ 42Em cartaz
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo18h
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo18h
Teatro FAAP

JOÃO E MARIA – A CASA DE DOCES

Uma bruxa muito maluca e engraçada sonha em fazer uma poção para ficar mais jovem. Para isso ela precisa de um ingrediente secreto: Biscoitos feitos com crianças desobedientes. Ao saber que João e Maria estão perdidos na floresta, ela traça planos para capturá-los e fazer a poção de rejuvenescimento. João e Maria - A Casa de Doces dialoga com a criança e com seus pais, abordando através de brincadeiras, mensagens sobre comportamento e educação.

de 06/07/2024 a 28/07/202450 minà partir de R$ 40Em breve
  • Sábado15h
  • Domingo15h
Teatro Uol

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.