Você está na cidade de:

CENA OURO – EPIDE(R)MIA

Cia. Mungunzá de Teatro estreia Cena Ouro – EPIDE(R)MIA

No palco, diferentes agentes da região central da cidade de São Paulo se aproximam e colocam em cena as vivências deste território compartilhado. A narrativa costura a vida cotidiana à mitologia e à figura da medusa em um jogo entre o que é maleável e o que é tornado estátua no contexto.

Ficha Técnica:

Argumento e Produção – Cia. Mungunzá de Teatro.
Direção – Cris Rocha, Georgette Fadel e Tânia Granussi.
Artistas da Cena – Átila Fragozo, Cleiton Ferreira, Danee Amorim, Índio Badaróss (em vídeo), Laurah Cruz, Léo Akio, Lucas Bêda, Marcos Felipe, Mc Docinho, Mc Nego Bala, Pedro das Oliveiras, Sandra Modesto, Verônica Gentilin e Virginia Iglesias.
Textos – Artistas da cena e Direção.
Supervisão Dramatúrgica –Verônica Gentilin.
Direção e Preparação Musical – Bruno Menegatti e Flavio Rubens.
Composições Originais – Pedro das Oliveiras, Mc Docinho e Mc Nego Bala.
Assistência de Direção – Amanda Rocco.
Psicanalista (acompanhamento, mediação do processo e colaboração cênica) – Ludmila Frateschi. Mediador Social (acompanhamento e colaboração cênica) – Ricardo Paes Carvalho.
Vídeos (criação, captação, edição e IA) – Flavio Barollo.
Desenho de Luz – Pedro das Oliveiras.
Cenário – Léo Akio, Lucas Bêda, Marcos Felipe e Pedro das Oliveiras.
Figurino – Cris Rocha e Sandra Modesto.
Costura das saias – Coletivo Tem Sentimento.
Apoio técnico (equipe Teatro de Contêiner Mungunzá) – Camila Bueno, Paloma Dantas e Sônia Cariri. Estágio (acompanhamento do processo) – Bárbara Freitas, Beatriz Cristina e Legina Leandro. Identidade Visual e Design Gráfico – Átila Fragozo e Léo Akio.
Assessoria de Imprensa – Nossa Senhora da Pauta.
Podcast “Emoção Criativa | Cena Ouro” – Léo Akio, Pedro Garcia de Moura e Fabrício Zava.
Produção Executiva – Cia. Mungunzá de Teatro e Gustavo Sanna.
Apoio – Festival Pop Rua 2023 – 1ª edição, Museu da Língua Portuguesa, Sesc Bom Retiro, Teatro de Contêiner Mungunzá e Festival C’est Pas Du Luxe (Avignon – França).
Realização – Cia. Mungunzá de Teatro e Sesc SP.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 19/10/2023 até 03/11/2023

Dias

qui 20h, sex 20h

Duração

80 minutos

Valor

R$10

Região

Zona Leste / São Paulo

Teatro / Espaço

Teatro de Contêiner Mungunzá
R. dos Gusmões, 43, Santa Ifigênia, São Paulo/SP - 01212000

Estacionamento

Cafeteria

Sim

E-mail

teatrodeconteinermungunza@gmail.com

16

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 16 anos

Galeria de fotos
Fotos por João Leoci
Compartilhar em

Você pode se interessar

MC DIVERTIDA E SUA TURMINHA

Com histórias, músicas e muita energia, Maria Clara é um exemplo de alegria, superação e autoestima. Comunicativa, ela destrói estereótipos e quebra preconceitos, celebrando suas qualidades únicas e promovendo a inclusão de crianças. Além das coreografias, as crianças aprendem sobre empatia, boas práticas na internet e sobre saúde, sempre com muitas risadas. Para a equipe de criação do show, é uma oportunidade de falar de coisas essenciais para a primeira infância, unindo a tais assuntos a leveza e espontaneidade da turma. Em um dos momentos mais emocionantes do show, MC Divertida e Jéssica cantam uma música dedicada à amizade, mostrando a importância dos amigos na vida das crianças. Para a plateia, é um momento inesquecível que celebra os laços que fazemos na vida.

de 13/07/2024 a 13/07/202470 minà partir de R$ 30Em breve
  • Sábado14h e 17h
Teatro Sabesp Frei Caneca

DUAL

Na trama, um timer de tempo é acionado por meio do giro de uma roda no centro do palco. Um jogo é estabelecido pelas artistas que se desafiam em disputas acrobáticas e cênicas. Um esqueleto anatômico é montado durante o espetáculo e se torna uma peça fundamental nesse jogo.

de 25/05/2024 a 16/06/202455 minGratuitoEm breve
  • Sábado16h
  • Domingo16h
Teatro Alfredo Mesquita

MUTAÇÃO DE APOTEOSE

Terceiro sinal, CaciIda Becker se prepara para encarnar Euclides da Cunha, devorado, estraçalhado, parindo uma Cacilda Cósmica que viaja em uma onírica odisseia pelas Eras geológicas e teatrais. “mutação de apoteose” conta uma história de travessias e metamorfoses. É o teatro em estado de feitiçaria, é uma f(r)icção cósmica que contracena personagens humanas, não humanas, elementos e forças da natureza, seres encantados, oceano cretáceo e inteligência artificial, criando uma bomba de imaginação. São algoritmos antigos de insurreição da terra criando atmosferas de linha direta com o público, em contracenação com um algoritmo colonial. Com direção de Camila Mota e dramaturgia de Cafira Zoé, “mutação de apoteose” é um spin-off vertiginoso criado a partir das dramaturgias de “Os Sertões” e “Odisseia CaciIda”, de José Celso Martinez Correa e Teat(r)o Oficina, com cenas inéditas e outras paragens, celebrando os 65 anos da Cia e a direção de Camila Mota, primeira mulher a dirigir um espetáculo do Oficina, abrindo caminhos para outras direções, como de Marília Piraju e Mayara Baptista, em ritos e shows encenados. Com 100 pessoas na ficha técnica girando a máquina dessa uzyna, “mutação de apoteose” é um espetáculo musical em 2 atos, um acontecimento feiticeiro que opera o terreyro eletrônico na sua máxima potência, desejando acender estados de mutação de apoteose dentro e fora de nós.

de 12/04/2024 a 09/06/2024150 minà partir de R$ 45Em cartaz
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo18h
Teatro Oficina Uzyna Uzona

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.