Você está na cidade de:

EU NÃO DEVIA ESTAR AQUI

Eu não devia estar aqui

“EU NÃO DEVIA ESTAR AQUI” apresenta a trajetória aversiva de Leonardo Kenshu, um contrarregra
de teatro numa corrida vertiginosa contra o tempo, pelo resgate da sua paternidade e pela reelaboração
cênica de seus afetos.

Ficha Técnica:

Dramaturgia, concepção e atuação: Dugg Mont
Direção Artística: Biagio Pecorelli
Provocação/dramaturgismo: Maria Amélia Farah
Preparação de Ator: Lu Borghi
Orientação de corpo: Caio D’aguilar
Direção de Produção: Priscila Prade
Iluminação: André Pierre
Figurino: Karen Brusttolin
Cenografia/Direção de arte: Rafael Bicudo
Trilha sonora original: Alê Prade
Desenho de som: Dugg Mont
Programação e operação de vídeo: Rafael Drodrô
Direção de palco: Douglas Fernandes:
Contrarregragem: Matheus Cocchi
Participação em vídeo: Isadora Prata e Dani Moreno
Captação de imagens: Lucas Carduz
Produção Executiva: Dani Agarelli
Fotografia: Priscila Prade
Gerente de Comunicação: Gigi Prade
Gerente Administrativa: Kelly Marietto
Realização: BricaBraqueProduções Culturais
Assessoria de Imprensa: Arte Plural

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 08/08/2023 até 30/08/2023

Dias

ter 20h30, qua 20h30

Duração

80 minutos

Valor

R$60 (inteira) / R$30 (meia)

Região

Centro / São Paulo

Teatro / Espaço

Espaço Parlapatões
Praça Franklin Roosevelt, 158, Consolação, São Paulo/SP - 01303020

Estacionamento

Nas redondezas

Cafeteria

Sim

Telefone

(11) 3258-4449

E-mail

parlapatoes@parlapatoes.com.br

18

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 18 anos

Galeria de fotos
Fotos por Priscila Prade
Compartilhar em

Você pode se interessar

SUBTERRÂNEA: UMA FÁBULA GROTESCA

Em Subterrânea: uma fábula grotesca, Juliana utiliza-se do mascaramento, para dar vida a uma mulher-cigarra, personagem conservadora, que espelha a trajetória e as funções exercidas pela mulher em um ambiente patriarcal. No palco, o público acompanha exatamente o desenrolar do ciclo de vida da cigarra. Ela, pelo bem da espécie, repete o próprio sistema que a reprime, mantendo assim, a ordem natural das coisas, acreditando que a sobrevivência depende do cumprimento das obrigações que o próprio sistema impõe.

de 21/06/2024 a 30/06/202440 minGratuitoEm breve
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo18h
Teatro Arthur Azevedo

TODAS AS COISAS MARAVILHOSAS

Aos seis anos de idade, um menino descobre que sua mãe sofre de depressão. A partir daí, ele começa a escrever listas de todas as coisas maravilhosas que podem fazê-la recuperar a vontade de viver e as deixa em locais estratégicos, para que ela encontre e redescubra "motivos" para continuar viva.

de 08/03/2024 a 30/06/202470 minà partir de R$ 50Em cartaz
  • Sexta21h
  • Sábado21h
  • Domingo18h
Tucarena

QUASE INFINITO

Em cinco atos, Quase Infinito representa grandes enfrentamentos da condição humana inspirados no universo de Jorge Luis Borges: o confronto com a tentação do ódio; o confronto com o nada e o esquecimento, como ameaças de esvaziamento de si próprio e do mundo; o confronto com a incomunicabilidade; e as chances de renascimento disponíveis para agarrarmos, a cada novo dia. Um corpo pode ser condição de partida, mas não garante que existimos. Em cada ato humano há um corpo em luta, lançado à busca de realizar a própria existência, e ao mesmo tempo, à beira de se entregar ao gozo da própria miséria.

de 09/08/2024 a 22/09/202475 minà partir de R$ 60Em breve
  • Sexta20h30
  • Sábado20h30
  • Domingo18h
Teatro FAAP

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.