Você está na cidade de:

MARIA AUXILIADORA

Cia dOs Inventivos celebra vida e obra da artista plástica Maria Auxiliadora da Silva em peça que comemora 20 anos do grupo

Para celebrar seus 20 anos, a Cia dOs Inventivos apresenta peça que homenageia a artista plástica Maria Auxiliadora da Silva (1935 – 1974), expoente cultural da capital paulista e uma das primeiras artistas plásticas negras a expor no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP). A ideia da peça é usar o teatro popular para reconstruir as trajetórias de vida de famílias que chegaram e ajudaram a construir a cidade. “Trazer à cena a vida e obra de Maria Auxiliadora da Silva é reverenciar a produção de toda a família Silva, fortalecendo as lutas das(os) artistas negras(os) brasileiras(os), sempre partindo da premissa de que nós não estamos sozinhas(os)”, aponta o diretor Flávio Rodrigues.

Ficha Técnica:

Concepção e direção geral: Flávio Rodrigues.
Assistente de direção: Aysha Nascimento.
Artistas-criadores: Adilson Fernandes, Aysha Nascimento, Carol Nascimento, Danilo de Carvalho, Dirce Thomaz, Flávio Rodrigues, Marcos di Ferreira, Natali Santos (stand-in), Taynã Azevedo e Val Ribeiro.
Dramaturgia: Dione Carlos.
Dramaturgia da cena: Cia dOs Inventivos.
Orientação de pesquisa: Bruno Garcia.
Direção musical: Jonathan Silva.
Preparação vocal: William Guedes.
Preparação corporal e coreografia: Aysha Nascimento e Val Ribeiro.
Músicas originais: Adilson Fernandes, Bruno Garcia, Carol Nascimento, Dani Nega, Flávio Rodrigues e Jonathan Silva.
Cenografia: Flávio Rodrigues e Wanderley Wagner.
Desenho de luz: Wagner Pinto.
Instalação: Marcos di Ferreira e Taynã Azevedo.
Figurino: Silvana Marcondes.
Assistente de figurino: Julia Tavares Bispo.
Pinturas roupas: Bru Fiamini, Julia Tavares Bispo e Silvana Marcondes.
Fantasias de carnaval: Bru Fiamini.
Costureiras: Juliana Sampaio e Judite de Lima.
Adereços: Marcos di Ferreira e Taynã Azevedo.
Ade orixás e esculturas de pombos: Adilson Fernandes.
Cenotécnico: Robson Toma.
Contrarregras: Danilo de Carvalho e Lucas Ramos.
Operação de luz: Beatriz Nauali.
Sonoplastia e operação de som: Tomé de Souza.
Estagiário-residente e social mídia: Danilo de Carvalho.
Assessoria de Imprensa: Adriana Balsanelli.
Arte Gráfica: Bruno Marcitelli.
Fotografia: Zé Barretta.
Pintura em tela (imagem): João Cândido da Silva.
Produção Executiva: Aysha Nascimento, Flávio Rodrigues e Marcos di Ferreira.
Estagiária de produção: Fernanda Santos.
Bilheteria: Yenka Nascimento.
Produção Geral: Cia dOs Inventivos.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 17/01/2024 até 04/02/2024

Dias

  • Quarta20h20h
  • Quinta20h20h
  • Sexta20h20h
  • Sábado20h20h
  • Domingo20h20h
  • Quarta20h20h
  • Quinta20h20h
  • Sexta20h20h
  • Sábado20h20h
  • Domingo20h20h

Duração

120 minutos

Valor

Gratuito

Região

Zona Leste / São Paulo

Teatro / Espaço

Espaço Cultural Inventivo
R. Limeira, 19, Q.ta da Paineira, São Paulo/SP - 03150070

Estacionamento

Cafeteria

Não

14

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 14 anos

Galeria de fotos
Fotos por Zé Barretta
Compartilhar em

Você pode se interessar

EU NÃO SOU HARVEY – O DESAFIO DAS CABEÇAS TROCADAS

Um ator aceita o desafio de viver Harvey Milk, o primeiro homossexual assumido a ser eleito para um cargo público nos EUA. Em 50 minutos, o ator percorrerá uma trajetória inusitada, que vai do Brasil colonial, até o assassinato de Harvey em 1978. Durante esse tempo, ele tentará provar a tese sobre o seu assassinato.

de 15/02/2024 à 15/02/202455 minGratuitoEm cartaz
  • Quinta20h
  • Sexta20h
  • Sábado20h
  • Domingo19h
Centro Cultural São Paulo (CCSP)

SHAKESPEARE EMBRIAGADO

Já imaginou como seriam as clássicas peças de Shakespeare se os atores estivessem bêbados? Esse é o mote do espetáculo Shakespeare Embriagado, que troca o teatro pelo bar para festejar a obra do dramaturgo inglês como você nunca viu.

de 17/01/2024 à 17/01/202460 minà partir de R$ 60Últimos Dias
  • Quarta2030h2030h
  • Quinta2030h2030h
  • Quarta2030h2030h
  • Quinta2030h2030h
Espaço Manivela

INVISÍVEL

Eduardo vive em silêncio, suportando violência física e psicológica, uma realidade que se agrava quando o casal decide morar junto. Após muito tempo sofrendo em silêncio, Eduardo toma a corajosa decisão de denunciar seu agressor, levando o caso às autoridades. No entanto, o descaso e o preconceito, que deveriam ser combatidos, criam uma barreira entre o grito de socorro e o medo de se expor, perpetuando a violência.

de 13/01/2024 à 13/01/202465 minà partir de R$ 50Em cartaz
  • Sábado21h21h
  • Domingo20h20h
  • Sábado21h21h
  • Domingo20h20h
Teatro Renaissance

Inf Busca Peças

Data
Preço