Você está na cidade de:

THE OPERA LOCOS

‘THE OPERA LOCOS’
Com a companhia Yllana – direção artística de David Ottone e Joe O’Curneen.

Pela primeira vez no Brasil, companhia espanhola Yllana celebra três décadas de trajetória e traz ‘The Opera Locos’ após rodar o mundo com o seu teatro musical operístico.  Ao reunir trechos de óperas conhecidas e outros estilos musicais, espetáculo realizou turnês pela Europa, América Latina e Ásia.

‘Cinco cantores de ópera protagonizam uma história de relações simples que combina os maiores sucessos da ópera com outros estilos musicais. Ópera para todos, espetáculo que o público abraça porque se liga a ela de uma forma natural, fresca, inusitada e divertida’ – (Le Parisien – França)

Fundada na Espanha em 1991, a companhia teatral Yllana se firmou na cena teatral europeia com uma produção extensa, prêmios e turnês que incluíram 44 países, 12 mil apresentações e o incrível total de três milhões de espectadores. Este verdadeiro fenômeno virá ao Brasil pela primeira vez, com a passagem de ‘The Opera Locos’ por São Paulo (2 a 5 de março) e Rio de Janeiro (9 a 12 de março), um de seus espetáculos mais assistidos e aclamados. No palco, cinco atores-cantores conduzem a plateia por uma jornada por trechos de óperas e outros estilos musicais, costurados com uma dramaturgia original, marcada por altas doses de comédia e a melhor tradição do teatro gestual.

A temporada brasileira faz parte do Festival Ópera na Tela, que pretende democratizar a ópera e tornar o gênero mais acessível, com a formação de plateia em primeiro plano. A produção é da Bonfilm e conta com o patrocínio do banco francês Crédit Agricole, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O evento também tem o apoio do Consulado da Espanha no Rio de Janeiro e do grupo hoteleiro Accor.

Sobre ‘The Opera Locos’

‘The Opera Locos’ estreou na Espanha em 2018 e seguiu por uma extensa turnê em que cativou plateias ao redor do mundo com a mistura de teatro, musical, ópera, comédia, mímica e circo. Em cena, cinco atores-cantores se dividem entre diversos personagens, ressaltados por um visual extravagante e uma exímia técnica vocal. O grande ponto de partida é que todos eles só se comunicam, exclusivamente, na linguagem operística. Desta forma, uma série de cenas e situações tão absurdas quanto engraçadas se sucedem no palco.

Um dos destaques da montagem é quando uma verdadeira “masterclass” de canto acontece e o público também é convidado a cantar nesta grande aula de ópera. A interação é o auge de uma experiência catártica entre público e plateia, em um espetáculo que ficou conhecido por enfrentar os preconceitos que a Ópera tem com uma parte do público que a enxerga como um gênero elitista, hermético e entediante.

‘Sabe aquela sensação de sair do teatro com uma nova vontade de viver? Bem, é exatamente isso que ‘The Opera Locos’ faz. Um espetáculo familiar, para pessoas de todas as idades e classes sociais, uma forma brilhante de entreter, um gancho para se apaixonar pelo bel canto’ (Time Out – Espanha)

Sobre a Companhia Yllana

Criada em 1991 como uma companhia de teatro de humor gestual, a Yllana diversificou a sua atividade e enveredou por uma série de outros gêneros e estilos do universo teatral e do audiovisual. O Grupo é conhecido também por administrar alguns espaços teatrais e por projetos culturais na Europa. Atualmente, o grupo é formado por Juan Francisco Ramos, Marcos Ottone, David Ottone, Joseph O’Curneen e Fidel Fernández.

A Yllana produziu cerca de trinta espetáculos teatrais e participou em festivais internacionais de prestígio, nos Estados Unidos, no Reino Unido, no Canada, na Alemanha e na França. Na Espanha, Yllana fez temporadas teatrais em todas as grandes cidades e recebeu muitos prêmios, entre outros o Prêmio Max de melhor show musical para The Opera Locos.

Desde 1996, a companhia administra o Teatro Alfil, espaço de referência no centro de Madri dedicado à comédia em todas as suas variantes. Em 1994, criou o FIHUM (Festival Internacional de Humor de Madri), festival realizado até 2008 e apresentou em cada edição as melhores propostas internacionais de humor.

FICHA TÉCNICA:

Solistas: Maria Rey Joly, Mayca Teba, Toni Comas, Enrique Sánchez Ramos y Jesús Garcia Gallera
Ideia Original: Yllana y Rami Eldar
Criação e Direção: Yllana
Direção Artística: David Ottone y Joe O’Curneen
Direção Musical: Marc Álvarez y Manuel
Coreografia: Carlos Chamorro
Cenografia: Tatiana De Sarabia, David Ottone y Yeray González
Design de Luz: Pedro Pablo Melendo
Design de Som: Luis López de Segovia
Figurino: Tatiana de Sarabia
Maquiagem: Tatiana de Sarabia, Sara Álvarez y ARTMAKERS
Assistente de Direção Musical: Javier Carmena Costume assistant
Assistente de Figurino: Yeray González
Música gravada por: la Orquesta Sinfónica VERUM/Manuel Coves, director musical
Costureiro: Maribel Rodriguez RH Costume setting
Configuração de Figurino: Davinia Fillol
Chapéus: Diana Garcia
Fotos e Vídeo: Lighuen De Santos Set construction
Construção do Cenário: SCNIK MÓVIL, S.A.
Equipe Turnê Brasil:
Produção turnê Brasil: Bonfilm
Direção geral: Emmanuelle Boudier, Christian Boudier
Direção de Produção: Maria Siman
Gerenciamento do projeto: Paula de Oliveira
Coordenação administrativa: Luzimar Valentim
Assessoria de Imprensa – Pedro Neves
Programação Visual e Design Gráfico: Nathalia Younes
Redes Sociais: Gustavo Benatti Rispoli
Vídeo: Daniel Lopes
Site: New Gosling
Assistente produção Rio: Thais Monteiro
Assistente produção São Paulo: Fernanda Gama
Realização: BomFilm

Texto disponibilizado pela produção do espetáculo.

Detalhes da peça

Status

Encerrada

Temporada

De 09/03/2023 até 12/03/2023

Dias

qui 20h, sex 20h, sáb 21h, dom 20h

Duração

85 minutos

Valor

Plateia VIP/Camarote: R$160 (inteira) / R$80 (meia) / Plateia Setor1 R$120 (inteira) / R$60 (meia) / Balcão Setor2 R$50 (inteira) / R$25 (meia)

Região

Rio de Janeiro /

Teatro / Espaço

Teatro Casa Grande
Av. Afrânio de Melo Franco, 290, Shopping Leblon, Lebron, Rio de Janeiro/RJ - 22430060

Estacionamento

No shopping

Cafeteria

Sim

Telefone

(21) 2511-0800

E-mail

bilheteria@teatrocasagrande.com.br

12

Classificação indicativa

Não apropriado para menores de 12 anos

Galeria de fotos
Compartilhar em

Você pode se interessar

O PATINHO FEIO

O espetáculo conta a história de um gato malandro que troca o ovo da mamãe pata por um ovo de cisne começando a confusão no Sítio Felicidade. Toda orgulhosa, mãe pata choca, choca, até que numa bela manhã nasce seu mais novo filhinho, um patinho que era todo diferente de seus outros dois filhinhos. Maior e com um qua-qua-qua diferente, ele logo despertou a curiosidade e depois o afastamento de todos que ali moravam. Até que um dia ele se depara com patinho igual a ele, que mostra a sua imagem na lagoa e revela a sua verdadeira beleza. Feliz, o patinho ainda encontra a sua verdadeira família, que nadava por ali. O Patinho Feio é um clássico dos contos infantis que reforça a ideia de que devemos ter orgulho do que somos e que devemos ter respeito pela diversidade.

de 07/07/2024 a 28/07/202450 minà partir de R$ 35Em cartaz
  • Domingo15h
Teatro Bibi Ferreira

O REI LEÃO

O espetáculo conta a história poderosa de Simba em sua jornada de um pequeno filhote ansioso para se tornar rei até o encontro com seu majestoso destino nas Terras do Reino.

de 01/06/2024 a 28/07/2024180 minà partir de R$ 80Em cartaz
  • Quarta20h
  • Quinta20h
  • Sexta20h
  • Sábado15h e 20h
  • Domingo15h e 20h
  • Quarta20h
  • Quinta20h
  • Sexta20h
  • Sábado15h e 20h
  • Domingo15h e 20h
Teatro Renault

BELCHIOR – ANO PASSADO EU MORRI, MAS ESSE ANO EU NÃO MORRO

A narrativa, construída por Pedro Cadore e Cláudia Pinto, se desdobra a partir de trechos de entrevistas do próprio Belchior, proporcionando ao público um vislumbre da juventude do artista e suas reflexões sobre um mundo em constante desconcerto. O espetáculo destaca Pablo Paleólogo, que encarna o cantor cearense, e Bruno Suzano, que dá vida ao "Cidadão Comum", uma presença constante nas canções de Belchior, representando, de certa forma, seu alter ego. Mais do que uma mera retrospectiva, a peça aspira transmitir a filosofia de Belchior, convidando o espectador a explorar a profundidade de suas letras e pensamentos. Cadore destaca a intenção de proporcionar uma experiência nostálgica aos fãs, assim como introduzir a poesia única do compositor àqueles que ainda não a conhecem.

de 04/07/2024 a 21/07/2024 minà partir de R$ 60Últimos Dias
  • Quinta21h
  • Sexta21h
  • Sábado21h
  • Domingo18h
Teatro Bravos - Complexo Aché Cultural

Inf Busca Peças

Data
Preço

Este website armazena cookies no seu computador. Esses cookies são usados para melhorar sua experiência no site e fornecer serviços personalizados para você, tanto no website, quanto em outras mídias. Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa Política de Privacidade

Não rastrearemos suas informações quando você visitar nosso site, porém, para cumprir suas preferências, precisaremos usar apenas um pequeno cookie, para que você não seja solicitado a tomar essa decisão novamente.